terça-feira, 24 de julho de 2007

Harry Potter e Eu

Eis o inevitável: o final.
Foram uns três anos deliciando-me, voltando para um mundo encantado.
Neste momento, estou fazendo o download de Joanne Kathleen Rowling lendo à meia-noite de 21 de julho de 2007, o primeiro capítulo de Harry Potter and the Deathly Hallows (o último livro da série) para 1200 pessoas pré-selecionadas do mundo todo, no museu de História de Londres.
Foram livros inesquecíveis para a minha vida, uma paixão incomensurável!! Horas sentado, deitado, devorando páginas e mais páginas.

Conheci os livros de Rowling numa esquina, despedindo de um amigo que havia comentado que encontrara livros ótimos. Passados alguns dias, fui até a Biblioteca Pública e deixei o meu nome na lista de espera. Foram alguns dias esperando e lá fui eu ler Harry Potter e a Pedra Filosofal. Em uma semana eu já tinha terminado. Nesta época eu tiha 13 anos. Depois eu parti para a Câmara Secreta. Não sei o porquê, mas até hoje este é o volume do qual eu menos gosto. Quando o li pela primeira vez, cheguei a dormir e acordar no dia seguinte com o livro nas mãos.
Era início de 2003 (se não me engano) e eu tinha uma viagem programada. No dia que eu ia partir, eis que a Biblioteca liga na minha casa avisando que Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban chegara para mim. Não lembro o porquê, mas eu não podia buscá-lo. Chorei para a minha mãe adiar a viagem ou para que eu não fosse. Mas não precisei disso. O mesmo amigo que havia me apresentado a Harry Potter, disponibilizou-se a pegar o livro para mim. Foi alívio total!!
Depois disso, vinha Harry Potter e o Cálice de Fogo. Um livro mais elaborado, mais profundo. Até aí, todos os livros já estavam lançados e estávamos na produção do terceiro filme. Depois de ler o Cálice, tive de esperar por um bom tempo pela Ordem da Fênix, um ano e meio mais ou menos. Entre este tempo, fiquei relendo os outros volumes. Em 3 de julho de 2004, era lançado Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban! Quis muito ir assistir no cinema, mas não pude. Mais uma vez tive de esperar para chegar nas locadoras.
Eu quase que não agüentava mais esperar, quando em novembro de 2004 foi lançado Harry Potter e a Ordem da Fênix. Acompanhei todas as notícias sobre o lançamento. Na versão norte-americana, o livro tinha pouco mais de 800 páginas. Na versão brasileira, ficamos com encantadoras 702 páginas. Deixe-me abrir um parênteses aqui (nesta época eu só tinha o segundo e terceiro volumes). Este livro era o meu presente de Natal. Minha mãe não queria dar, mas eu insisti por demais. O livro custava R$65,50 e para ela isso era um absurdo.
Quando chegou a tarde de Natal e a entrega de presentes, deparei com um pacote azul. Antes de abrir, apalpei e quando percebi pelo volume que era um livro, lancei um mega sorriso para todos que ao meu lado estavam!!!! Eu tinha nas mãos o melhor presente de Natal que já havia ganho: Harry Potter e a Ordem da Fênix, esplendidamente azul!!!
Todos ficaram meio doidos com minha alegria em ter nas mãos um livro que para "eles" é gigantesco e também no fato que eu já havia lido o livro. Quando foi o lançamento oficial no Brasil, uma papelaria da nossa cidade já estava com as caixas de alguns exemplares. Antes da papelaria abrir, lá estava eu com o meu amigo (o mesmo que apresentou HP) para comprar o livro, na verdade ele que ia comprar. Depois que ele leu, ele emprestou. O pessoal lá de casa e os amigos não entendiam por que eu queria um livro que já havia lido.
Dentro de algumas semanas eu devorei o livro.
E a espera voltou. Entre este tempo, foi lançado o quarto filme (que eu assisti duas vezes em uma semana no cinema!!). Desta vez a espera foi maior. Mais uma vez, reler os outros volumes. Aos poucos, como não podia deixar de ser, fui sabendo de tudo sobre Harry Potter, mas tudo mesmo, feitiços, nomes, datas.
Poucas semanas antes do sexto volume se traduzido para o Brasil, recebi por e-mail uma tradução fajuta do livro todo. Rebaixei-me e li até o décimo terceiro capítulo. Quando foi o lançamento aqui no Brasil, eu consegui o meu exemplar antes de uma prova para ganhar bolsa no São José. Eu estava com o livro na mochila, me remoendo por dentro para ler e tinha que ficar ouvindo aula-show. Não sei como agüentei, mas às 4 da tarde eu comecei a ler um livro que havia comprado às 8 da manhã!! No dia seguinte eu terminei de ler Harry Potter e o Enigma do Príncipe (510 páginas). Junto da Ordem da Fênix, este foi o melhor da série que eu li, apesar do final.

Hoje, espero pelo meu exemplar em inglês de Harry Potter and the Deathly Hallows. Sei que vai ser muito difícil de ler todas estas 784 páginas, mas será um desafio. Tenho uma vaga esperança de ter terminado antes de 10 de novembro, quando o livro chega traduzido aqui no Brasil. Próxima semana, se Deus quiser (e ele vai querer!), vou assistir a Harry Potter e a Ordem da Fênix no cinema.

Bom, é isso. Há alguns anos eu esperava por escrever isso tudo. O momento chegou e com ele, as lágrimas.

2 comentários:

Letras disse...

Eu sabia que isso ia ficar enorme.

mione disse...

eu gostei.
me preveniram, falaram para noa te contar, mas noa to nem aí, vou contar:

EU ASSISTI HP5!
xD

claro, em péssima qualidade, mas tenho aqui, caso vc queira ter em seu pc...

pode ser q v c só queira depois de ver no cinema, mas....estou aqui pra ajudar!

beijos, estou com saudades.