quinta-feira, 28 de junho de 2007

Certas Palavras

"Certas palavras não podem ser ditas


em qualquer lugar e hora qualquer.


Estritamente reservadas


para companheiros de confiança,


devem ser sacralmente proununciadas


em tom muito especial


lá onde a polícia dos adultos


não adivinha nem alcança.




Entretanto são palavras simples:


definem


partes do corpo, movimentos, atos


do viver que só os grandes se permitem


e a nós é definido por sentença


dos séculos.




E tudo é proibido, então falamos."






Ultimamente os poemas estão me conquistando. Conquistando a ponto de escrever alguns, não muito bons, mas o começo de algo que pode ser inesquecível.

Um comentário:

Por Monteiro Lobato: disse...

Tenho que colocar logo, logo os meus posts por aqui...